Não olhe para os homens!

Não olhe para os homens!

Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa. Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo. Salmo 91. 03 e 04

Eu acredito que, só seremos totalmente restaurados de dores e decepções, no dia que entendermos que nossos olhos devem estar fitos, no Autor e Consumador de nossa fé! Por esta razão que pecado, no sentido literal da tradução é “Errar o Alvo”. Se tirarmos os nossos olhos do nosso Alvo, perdidos estaremos.

Nos meus quase 28 anos de cristã, como quem se dispôs a conhecer a Palavra de Deus, não olhei para homem algum. É o homem e sempre ele  que nos faz desistir de olharmos para o Alvo. Rompi com as instituições religiosas, apesar de achar que são muito importantes; o que não gosto nelas, é o organizacional, a religiosidade que nos prende e nos separa do favor de Deus, além das muitas imposições não contidas na Bíblia…  Nem mesmo, em meio à minha mais profunda depressão me desviei do nosso Maravilhoso Alvo. Eu diria que sou vacinada contra os ataques advindos da inveja, maldade, inconstância, ambições desmedidas e falsidade…

Tenho um desejo intenso de andar, como Jesus andou; isto implica para todos que O buscam, o andar na verdade (sem mentiras) e na Verdade (só ela pode me libertar); olhar para o nosso próximo em amor; levarmos a Palavra, sem que precisemos abrir nossos lábios; acolhermos os carentes. Como sei que isto é possível? Quando olho tudo o que Deus tem feito, por nós. Ele não olha as nossas fragilidades! Ele nos escolhe e acolhe, porque sabe que somos capazes de andar como Ele andou.

Colocar Deus e o sacrifício de Jesus naquela cruz, nos dará sempre, o direito de invocar o Salmo noventa e um e nele confiar! Ele é para todos.

Regina.

Leiria, 13 de janeiro de 2019.

This post has already been read 725 times!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *