O nome dele…

Eu o vi uma única vez … O que nos separava, era um grosso vidro de uma embaixada, em São Paulo. De repente, chegou a minha vez de ser atendida e ele sorriu para mim Meu coração tranquilo lhe deu todos os motivos cabíveis e, entre eles, o maior, o melhor, o mais desejado por mim, mas proibido ali, naquele local!!

Read more