Reconstrua-se!!!

Quando me deito, lembro-me de ti; penso em ti durante as vigílias da noite. Salmo 63:03

Muitas vezes Deus me acorda no meio da noite, para orar. O pensamento se fixa em alguém e, então, oro. Às vezes, sou procurada com pedidos de oração virtual ou pessoalmente. As pessoas estão sofrendo e algumas fazem desabafos… outras se perdem, silenciosamente… O mundo é mal e nos custa falar do que nos vai por dentro, para alguém. Principalmente, quando a construção do conhecimento ainda não possui bases bem alicerçadas e não temos com quem nos abrir…  Aprendi que guardar pedacinhos internos de alguém é difícil demais e encontrar quem se interesse, guardando-os, mais complicado e doloroso! Sobretudo, quando vivemos em mutação e, aquilo que era desgastante ontem, pode não sê-lo hoje. E as pessoas são tendenciosas a pensar que problemas vividos são permanentes e, então, nos resguardamos, para não sermos julgados…

Eu creio que só podemos oferecer ao outro, aquilo que temos e, então, o Senhor me acorda muitas vezes, para orar, também, por mais intercessores. Tudo que tenho para oferecer a quem me busca, é a minha fé renovada dia apos dia, no acúmulo de bênçãos e, seguramente, na conquista de tudo aquilo que sonhei e vi acontecer ao meu redor, porque cri e confiei! As coisas acontecem, primeiro no Reino dos céus e depois aqui, quando somos perseverantes. O que faço é pegar o acumulado de minhas dores, fazendo delas, um inventário e uma maneira de ajudar ao outro que se sente solitário, com baixa autoestima ou com problemas conjugais.. O fato de não ter tido um casamento feliz, não significa que o amor tão sonhado por mim desde a mais tenra idade não possa acontecer! Eu acredito no amor! Ele acontece na vida de minhas filhas e no de muitas pessoas que cuido e conheço! O amor entre casais pode durar por toda vida, a solidão pode ir embora, e o nos reconhecer na autoestima uma realidade brilhante!

O amor, às vezes, “desacontece” pela inobservação e má escolha ou porque nos deixamos levar pelo medo e insegurança. Se a escolha se aliar à decisão de construção, nada o impedirá! Acreditar no amor e no mesmo dentro do casamento me fez crer que é preciso revisitar o que foi construído e conquistado, quando o olhar percebeu o outro, como sendo a pessoa querida, para estar junto a nós! Se ele nos encantou, é porque a reciprocidade aconteceu! Se olharmos por este prisma, nada que esteja guardado no subconsciente determinará a nossa relação e não deixaremos o amor adoecer! Porém, importante é que os dois desejem estar no mesmo patamar!

Quanto à solidão ou baixa autoestima, elas só dependem de nossa força moral! O subconsciente é um terreno perigoso e desconhecido e nos faz ver a vida sem graça e de forma distorcida!  Aprendi que, quando algo nos perturba devemos agir por eliminação… vamos do que mais incomoda até o menor incômodo, retirando da mente ou vida o que não nos faz bem! Há em nós um quê de força interna que nos revigora! No buscar esta força nos tornamos mais vibrantes, na oração e em nossa fantástica essência!

Peço ajuda a Deus nesta missão, pois sei que Ele me ouve! Ele me ajudará, assim como a quem se quedar diante Dele, na madrugada ou não. “Ele tem para nós, infinitamente mais, do que possamos imaginar!” Efésios 03:20

Regina.

Leiria, 12 de junho de 2019.

This post has already been read 313 times!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *