Aba, Pai!

E dizia: Aba, Pai, tudo te é possível… Marcos 14:36

“Aba” foi a palavra escolhida, por Jesus, para clamar ao Seu Pai, num momento doloroso e da mais pura obediência. “Aba”é um termo coloquial, quase exclusivo que expressa todo o relacionamento intimo Dele com Deus, o Pai! Para entendermos a etimologia, a palavra era “Abba” no aramaico e seria como um balbucio de uma criança que começa a desenvolver a sua fala, sem ter ainda consciência, compreensão ou crença, mas que percebe ternamente, o amor que envolve o estilo parental, na aparência daquele que que lhe transmite segurança, abrigo, proteção.

Jesus sabia lidar com o Seu Pai e,  assim, de maneira íntima e absoluta clamou numa oração afetiva, pura e sincera. “Aba” devíamos nós clamar a Deus, nos lançando diante Dele, nesta dura realidade que nos alcança! De maneira espiritual e passional, Deus é Aquele que nos acolhe e livra, entendendo os nossos corações, de maneira íntima e profunda! Foi Jesus que nos ensinou a orar o “Pai Nosso” Ele nos orientou e autorizou  a clamar por este conforto, em meio às tribulações, nos colocando como filhos amados que podem suspirar diante Dele, neste grito de “Aba” !

Regina.

Belo Horizonte, 03 de setembro de 2018.

This post has already been read 222 times!

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

Regina Celi de Santana é educadora, com especialização na área de Educação infantil, com mais de 40 anos de experiência. Autodidata, mãe de três filhos e vovó orgulhosa de seus quatro netinhos: Gabriel, Kauã, Mateus e Joy!! Após se aposentar se tornou uma culinarista e é proprietária da "Cia Sabor e Arte", em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

More Posts

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *