Pensando no Natal…

O que é o Natal, para você? Já parou para pensar no verdadeiro sentido, sem dizer, simplesmente que é  a comemoração do aniversário de Jesus?

Tudo vai depender da profundidade em que ele acontece, dentro de cada um de nós! Já deveríamos ter entendido que ele está longe das compras, da árvore que enfeitamos, do desejo imediato de ter olhar diferenciado e seguir até os Correios, para ajudar, nas cartinhas que chegam ali… não que eu invalide o gesto; de forma alguma! Mas o Natal tem sido tempo de mentira, em nome de não ferir a tradição… Compramos presentes para as crianças e dizemos que foi o Papai Noel, figura lendária, inspirada num homem bom de tempos antigos – mentimos e as enganamos… Já vi crianças decepcionadas ao descobrirem a Verdade; eu fui uma delas!!!

Um “menino nos nasceu”, diz a Palavra de Deus e Ele cresceu e sofreu dores inenarráveis, por você e por mim! Está em nosso meio, em busca de quem O queira! Ele se fez homem e habitou entre nós; que coisa fantástica e difícil de acreditar! Nos libertar das fantasias estabelecidas pelos homens deveria ser a nossa maneira de honrar ao nosso Amado Deus!

Nasceu, para nós, um Salvador que é o Messias, o Senhor! Lucas 02:11

Não seria o Natal, um tempo de adentrar os ensinamentos e andarmos em espírito e verdade? Não seria hora de  nos voltarmos para nós mesmos, descobrindo que andamos carentes de afeto e que seríamos mais felizes, se distribuíssemos o nosso, para quem caminha ao nosso lado? Nem precisaríamos ir muito longe… 

A despeito de tudo que nos negamos a pensar, a nossa fé nos aponta para o mistério que permanece Vivo! O menininho da manjedoura cresceu e fez algo por nós de difícil entendimento, mas eu Lhe sou grata, a cada dia; e você? O mundo não é digno Dele, mas Ele nos assedia diariamente, deseja que participemos do Seu amor, distribuindo ao mundo carente, a Sua Palavra, um sorriso, uma ajuda, um “Como vai você?!”

Eu me alegro, neste dia, por me importar, por tentar ajudá-Lo, mesmo com todas as minhas falhas e natureza tão humana. Não deveríamos nos envergonhar de reconhecer o Seu amor e de orar, conhecendo a Sua vontade para nós!

Que as alegrias do tempo presente, para quem vive a fé cristã, desperte em nós o desejo de encontro fora das redes sociais e nos leve a uma vida de simplicidade na alegria do nascimento Dele. Que abandonemos as tradições arraigadas e falemos de amor às crianças e ao nosso próximo, seja ele quem for. Visite, ligue para alguém, saia de si mesmo e seja feliz!

Só poderemos falar da paz que o Natal nos lembra, se estivermos dispostos a promovê-la!

Regina.

Belo Horizonte, 28 de novembro de 2017.

This post has already been read 18 times!

Regina Celi

Regina Celi

Regina Celi de Santana é educadora, com especialização na área de Educação infantil, com mais de 40 anos de experiência. Autodidata, mãe de três filhos e vovó orgulhosa de seus quatro netinhos: Gabriel, Kauã, Mateus e Joy!! Após se aposentar se tornou uma culinarista e é proprietária da "Cia Sabor e Arte", em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

More Posts

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *