Esvaziar-se!

Sentir que estamos solitários em situações adversas, é  producente! A solidão não deve nos incomodar quando precisarmos parar um tempo, para nos voltar para o nosso interior, em busca de um pouquinho mais de nós,  deixando de lado a emoção que faz a alma adoecer…

Às vezes, a comunicação excessiva massifica as nossas vidas e, na reserva do coração, esvaziar-se pode ser significativo, trazendo novos propósitos que definirão o fim da dor, da decepção, da frustração que nos atingiu… É na solidão de nos voltar para dentro de nós que definiremos metas. Agindo assim, aprimoraremos o que conseguimos armazenar, buscando novas habilidades a serem trabalhadas,  na alma e no espírito que precisam estar prontos, para o bom combate!!

Focar no que pode reverter quadros dolorosos faz com que sejamos capazes de, cuidadosamente, inserirmos novos paradignmas, para aquilo que julgávamos perdido. isto não significa que não precisemos de companheiros que nos apoiem; significa que coletado o aprendido no recolhimento, aprenderemos e seremos melhores nos relacionamentos. E aí, renovados poderemos ser mais agradáveis para quem nos busca. E sobre um novo prisma de força nos reinventaremos, para enfrentar este mundo conturbado.

No silêncio da solidão provocada, sempre, surgirá inspiração para que saiamos dali, preparados, para lugares mais altos.

Regina.

Ewa Beach, 20 de agosto de 2017.

This post has already been read 639 times!

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

Regina Celi de Santana é educadora, com especialização na área de Educação infantil, com mais de 40 anos de experiência. Autodidata, mãe de três filhos e vovó orgulhosa de seus quatro netinhos: Gabriel, Kauã, Mateus e Joy!! Após se aposentar se tornou uma culinarista e é proprietária da "Cia Sabor e Arte", em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

More Posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *