Quem foi André?

André, o discípulo de Jesus, teve seu nome mencionado nas Escrituras, apenas doze vezes!  Acredito que em seu habitual modo de vida, tinha certeza de que a vida tinha mais a lhe oferecer do que ir para o mar, contabilizar quantias e ganhos de uma pesca; remendar redes quando estava em solo firme! Acho, sobretudo, que a solidão marítima fez dele um pensador! Creio que ele buscava algo mais Alto, mais emocionante, mais desafiador e chegou o dia em que encontrou.

André amava a Deus! Quando estava em casa, certamente refletia sobre  os Livros Sagrados, pois quando João Batista apareceu,  ele compareceu aos encontros promovidos por ele, sem se escandalizar com a fala agressiva e acusadora de seu líder! É que ele esperara muito por aqueles momentos, pois confiava no que lhe fora prometido, mesmo antes de Jesus chegar. Sabia que era só uma questão de tempo!

Quando André foi apresentado a Jesus, ele O seguiu… Acredito que seus olhos ao se encontrarem com os Dele, brilharam!   Ele se conectou a Ele quando João  apontou, dizendo: “Eis aqui, o Cordeiro de Deus! ”  Fico imaginado o sobressalto de seu coração!  Posso vê-lo, ansioso, procurado o irmão, como narra o evangelho de Marcos, para lhe contar sobre a novidade!  Quase posso ouvi-lo a dizer: ” Achamos o Messias!”   Por seu testemunho, ele  ofereceu ao irmão a chance de,  junto a ele, se tornar pescadores de homens!  Os dois ávidos, seguiram  Jesus, para não mais deixá-Lo! Fico me perguntando se ele tinha uma esposa, filhos… Eu não sei! Precisaria estudar mais, para descobrir… Sei  que ele  se apaixonou por Jesus, por suas ideias e ideais!

Descobri, também,  que foi ele a dizer a Jesus sobre os cinco pães e os três peixes que alimentaram a multidão, no milagre da multiplicação e é considerado junto com o amigo Felipe,  os dois primeiros missionários entre os gentios. Nasceu em Betsaida, era forte, devoto e fiel! Fez sua primeira pregação na Mascedônia e foi martirizado numa cruz, em forma de “X”.

Por causa dele, quando tive um filho o chamei de André. Como mãe tenho muitas expectativas,  sobre sua vida! Como o André discípulo,  ele também, traz em si a humildade e a mansidão. Não se preocupa muito em ser visto; a ele interessa apenas seguir em frente, sem que precise ser citado ou notado. Ele ama a Deus, a mim e  respeita a todos.  Oro e torço, para  que ele queira saber mais sobre o nosso Senhor e que O anuncie a muitos; sobretudo,  que se apaixone, cada dia mais,  por Jesus!

Para André que tem sido meu herói e meu orgulho!

Regina.

Pompano Beach, 20 de agosto de 2012.

This post has already been read 228 times!

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

5a8d1917edd87072771346db5edb9538

Regina Celi de Santana é educadora, com especialização na área de Educação infantil, com mais de 40 anos de experiência. Autodidata, mãe de três filhos e vovó orgulhosa de seus quatro netinhos: Gabriel, Kauã, Mateus e Joy!! Após se aposentar se tornou uma culinarista e é proprietária da "Cia Sabor e Arte", em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

More Posts

6 comments

  1. Li agora e André é realmente um homem humilde de bom coração.
    Eu como irmã mais velha, ainda o vejo como um menino indefeso, apesar de ser um homem formado.
    Peço a Deus que fale ao seu coração sempre e que a cada dia mais possa ser um homem de Deus, assim como o André bíblico.
    Um beijo 😘
    Ju

  2. Amém!!! Que alegria ler um texto tão rico, profundo e que desperta em nós o entendimento que cada um tem o seu papel no reino e a sua contribuição…. Que Jesus abençoe sempre Regina linda!!!!

    1. Vivi querida!

      Sempre que penso em desistir, o Senhor levanta alguém, para me dizer que Ele deseja que eu prossiga.

      Você foi uma resposta às minhas orações. Que Ele a abençoe, com saúde, sabedoria e a Sua paz!

      Obrigada, pelo seu comentário.

      Beijo meu.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *