Natal – Aniversário de Jesus!

 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 09.06

Refletir é bom:

Ele era um bebezinho, mas deixou de ser! Gostamos de, suave, religiosa e romanticamente, imaginá-Lo assim quando na verdade sabemos que Ele nasceu com um propósito!

Ele foi uma criança como outra qualquer na Galileia; talvez tenha Se sobressaído pelo carisma e valorosa presteza com os amiguinhos. Foi um Carpinteiro que construiu muitos móveis e sabia manejar um martelo e as ferramentas de uma carpintaria com destreza! José era o seu Pai e foi escolhido para sê-lo aqui na Terra e Maria, sua mãe, porque tinha um coração lindo de serva! Jesus foi obediente a José e Maria. Acredito que Ele trabalhou lado a lado, com o pai naquela carpintaria por muitos anos, atendendo a muitos clientes.

Existe uma analogia perfeita entre carpinteiro, madeira, madeiro, cruz!  Já imaginou, ter um móvel feito pelas mãos de Jesus? Com que capricho Ele deveria trabalhar!?  De sua infância conhecemos apenas um fato aos doze anos; não mais… Ele se ocupava, naquele dia, das coisas de Seu Pai! E causou grande aflição aos seus responsáveis!!

Neste dia de Natal quero me lembrar que Ele nasceu um bebezinho condenado, como tantos que vemos nos hospitais ou jogados fora, pelas próprias mães. Seu destino não foi como os das crianças que nos deixam horrorizados,  nos noticiários… Sua vida estava marcada e sua morte prevista somente, para  quando se tornasse adulto! Me pergunto, se Ele pensava sobre isto antes de Seu maravilhoso ministério… Creio que sim, mas devia sacudir a cabeça como nós, quando algo nos perturba. Deve ter sido um jovem que gostava de sorrir e que belo sorriso deveria ser o Seu!!! Posso vê-Lo, também, com as mãos sobre o rosto, embevecido a contemplar Maria!

O certo é que enquanto nos organizamos para comemorar o Seu Nascimento pensamos em presentes, roupas, comidas e, à meia noite, num lampejo, nos lembramos d’Ele, numa breve oração…  Ele se alegra com isso; tenho a certeza! Porém, deseja passar um pouco mais de tempo conosco, sem essa luta inglória de religiões, de busca por meditações, sem olhares que se direcionem, apenas para Ele,,, Ele é o  Único que pode mudar, realmente, as nossas vidas.

Jesus sim, sempre! Porém,  não o menininho que cultuamos, pois se fosse para sê-Lo, a Palavra de Deus nos contaria toda a história desta infância… Eu adoraria saber mais sobre Este menininho, pelo amor que nutro pelas crianças… Jesus sim, o Homem, que é para nós um presente, sem preço que nem você e eu merecemos. Nos chamou da morte para a vida e , agora, através da Sua cruz, “somos reconciliados com Ele.”

Eu desejo ser, totalmente,  quebrantada por Este amor de obediência a um Pai que O entregou, para uma morte nesse mundo, tão rude, para que ganhássemos vida.

Talvez, quem me conheça,  possa dizer: “lá vem a Regina…” Não me importo! Tenho me alimentado d’Ele e o que sei é que, onde eu vou, Ele está! Não tenho como correr para lugar algum, pois Ele está em todos os lugares. Ele conhece os meus pensamentos, me vê através dos meus caminhos e, mesmo assim, vem para mim, todos os dias.  Então, como numa canção de amor a Ele, eu escrevo devocionais aos que amo e precisam, numa tentativa de ser obediente ao que Ele nos pediu, na hora de voltar para o Pai.

“De cima do céu para baixo da Terra, o seu amor me abraça e chove sobre mim,” poderosamente! Que lindo e gentil!!!

Que nesse Natal você O louve e O deseje. Não deixe para lembrá-Lo de novo somente lá na Semana Santa quando se comemora a Sua morte de cruz. Que Ele seja, para você, não o bebezinho, mas o “Homem de dores que levou sobre Si as nossas enfermidades. O castigo que nos traz a paz, estava sobre Ele e pelas Suas feridas, fomos sarados.”

Eu sinto muito que Ele tenha morrido naquela cruz!  Sentimento paradoxal este meu, pois ao mesmo tempo que sofro, me alegro e sou agradecida – Ele nasceu e morreu numa morte terrível, no auge de Sua vida, somente para nos salvar!

Não há como separar  a Sua vida de  Sua morte!

Oração:

Pai de amor, toque os nossos corações no Seu aniversário. Queremos lhe dizer que sentimos muito a sua dor.  Que nesse Natal tenhamos tempo, para buscá-Lo. Sorria, para nós, Senhor Jesus, amém.

Regina.

Deerfiel Beach, 24 de dezembro de 2009

This post has already been read 108 times!

Regina Celi

Regina Celi

Regina Celi de Santana é educadora, com especialização na área de Educação infantil, com mais de 40 anos de experiência. Autodidata, mãe de três filhos e vovó orgulhosa de seus quatro netinhos: Gabriel, Kauã, Mateus e Joy!! Após se aposentar se tornou uma culinarista e é proprietária da "Cia Sabor e Arte", em Belo Horizonte, capital das Minas Gerais.

More Posts

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *